Vencedores do desafio Minecraft são premiados em Gurupi

0

As 4 equipes com melhor projeto de construção de um hospital desenvolvido dentro pelo game minecraft receberam prêmios da Escola SESI. 

Os alunos da Escola SESI em Gurupi aceitaram o desafio Minecraft Education Challenge e as 4 equipes que melhor desenvolveram o projeto de construção virtual de hospitais pelo game forma premiadas nesta quarta-feira, 19/08. Foram cerca de 3 meses entre a elaboração e o desenvolvimento da ação proposta no desafio que consistia em projetar hospitais para auxiliar no combate à pandemia provocada pelo coronavírus.  

Os projetos desenvolvidos pelos alunos foram avaliados por um júri técnico composto pela médica Tays Nunes, a arquiteta Lidyanne Saldanha e o engenheiro Alexandre Magno. Entre as quatro equipes premiadas, os alunos da 2ª série do novo Ensino Médio, Tadao Osawa, Victor Hugo Almeida e Isabella Pereira Frutuoso levaram o 1º lugar e uma mochila Camp do SESI como premiação. 

Integrante da equipe vencedora, Tadao Osawa de 16 anos, comentou sobre como foi a participação e sobre como o projeto o estimulou. “A experiência foi muito proveitosa, graças ao desafio consegui renovar meu leque de informações, adquiri uma nova visão sobre o que acontece dentro de um hospital de grandes proporções e o conhecimento de muitos procedimentos de segurança, além da própria etiqueta em ambientes mais técnicos como em um laboratório”, mencionou o estudante. 

Em 2º lugar ficaram os alunos da 1ª série, Pedro Henrique Neres e Yves Henrique de Abreu sendo premiados com uma mini caixa de som e uma garrafa squeeze. Na 3ª colocação ficaram as alunas da 3ª série do Ensino Básico aliado à Educação Profissional (EBEP), Ana Karolina Barreira, Nicoly Tavares e Yasmmin Albino que receberam uma caneca térmica e squeeze. Já a 4º colocação ficou com os alunos da 3ª série do EBEP, Iria Almeida, Luiz Gustavo da Cruz e Otávio Soares recebendo um pendrive e uma squeeze. 

O professor de Robótica do SESI, Weslley Nunes, foi o instrutor dos alunos no desafio. “É um sentimento de missão cumprida. Foram muitos alunos participando, tivemos em torno de 21 inscrições em equipes de 4 pessoas, cerca de 90% dos alunos do SESI, então o projeto trouxe muita satisfação a nós. Eles encararam esse desafio onde criaram os protótipos virtuais por meio do jogo Minecraft. A gameficação da educação é uma tendência que se nós soubermos aproveitar enquanto educadores a expectativa é que o aluno aprenda cada vez mais e de maneira mais divertida”, declarou Nunes. 

DEIXAR COMENTÁRIO

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui