Veja serviços que terão alterações no Tocantins por precaução ao coronavírus

0

Escolas da rede estadual, IFTO e Faculdade Católica estão na lista. Órgãos públicos também terão mudanças no atendimento.

Várias instituições e serviços no Tocantins estão tomando medidas de prevenção em função da pandemia do novo coronavírus. O estado segue sem nenhum caso confirmado da doença. Mesmo assim, aulas foram suspensas em parte das escolas e universidades e alguns órgãos público devem ter o funcionamento afetado a partir da próxima semana.

O Ministério da Saúde acompanha três casos considerados suspeitos no estado em moradoras de Palmas que voltaram recentemente de viagem do exterior. Nenhum caso foi confirmado.

Veja a lista com as alterações informadas pelas instituições.

Educação

  • Rede Estadual: As escolas de toda a rede estadual de ensino devem ficar fechadas entre os dias 16 e 20 de março.
  • Rede municipal: a decisão de aderir ou não cabe a cada prefeitura. Em Palmas as aulas foram suspensas por tempo indeterminado. As prefeituras de Miracema do Tocantins, Tocantínia, Araguaçu, Araguatins, Paraíso, Dianópolis, Riachinho, Filadélfia e Porto Nacional informaram que as redes municipais terão aulas suspensas pelo mesmo período da rede estadual. Em Araguaína, por enquanto, as aulas estão mantidas. Gurupi deve decidir a questão na próxima segunda-feira (16) após consultar diretores de escolas da cidade.
  • Ensino superior: a Unitins, o IFTO, Ulbra e a Faculdade Católica do Tocantins também decidiram suspender as aulas entre os dias 16 e 20 de março. A UFT suspendeu as aulas desta segunda-feira (16).
  • Escolas particulares e de idiomas: a decisão cabe à direção de cada unidade e por isso os pais devem entrar em contato com a escola em que o estudante está matriculado para tirar eventuais dúvidas. Algumas já informaram que vão aderir à suspensão. É o caso dos colégios Marista e Olimpo, em Palmas e do Colégio Sagrado Coração de Jesus, em Porto Nacional.

Órgãos públicos

  • Justiça: O Tribunal de Justiça determinou que todas as comarcas devem atender ao público em período reduzido, mas 12h às 18h. O acesso às salas de audiência e julgamento também será restrito, apenas pessoas diretamente envolvidas no processo poderão participar. Servidores que fazem parte dos grupos de risco poderão trabalhar de casa.
  • Ministério Público: O horário de atendimento no MPE também foi reduzido para entre 12h e 18h. Servidores que fazem parte dos grupos de risco poderão trabalhar de casa.
  • Tribunal de Contas: foram suspensos os eventos com grande concentração de pessoas e as viagens dos servidores. O atendimento ao público será feito apenas de forma eletrônica.

Serviços

Esporte

DEIXAR COMENTÁRIO

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui