Palmas tem dois casos suspeitos de coronavírus em jovens que chegaram da Europa, diz Secretaria de Saúde

0

Casos só são oficialmente reconhecidos como suspeitos após confirmação do Ministério da Saúde, o que ainda não ocorreu. As pacientes são duas mulheres de 26 e 22 anos que estão em isolamento domiciliar.

A Secretaria Municipal de Saúde de Palmas informou nesta quinta-feira (12) que monitora dois casos suspeitos do novo coronavírus na capital. As pacientes são suas jovens de 26 e 22 anos que estão em isolamento domiciliar. Elas chegaram recentemente de uma viagem pela Europa e passaram inclusive pela Itália.

Casos só são oficialmente reconhecidos como suspeitos após confirmação do Ministério da Saúde, o que ainda não ocorreu.

De acordo com a Semus, a viagem foi entre os dias 17 de fevereiro e 2 de março, chegando de volta ao Tocantins em 4 de março. No dia seguinte, as duas começaram a sentir alguns sintomas, como febre, dificuldade para respirar e produção de secreção nasal.

As mulheres procuraram a Unidade de Pronto Atendimento Norte (UPA), onde receberam o atendimento clínico, foram coletados os materiais para exames laboratoriais e foram orientadas a permanecer em isolamento domiciliar.

A Semus disse que as duas aguardam os resultados dos exames sem sair de casa, mas que tiveram melhora clínica e já não apresentam sintomas. Elas continuarão sendo monitoradas até a chegada do resultado final dos exames.

A Secretaria de Saúde esclareceu que permanece em vigor a orientação que as pessoas só procurem os serviços de saúde se viajarem para outros continentes e chegarem com sintomas da doença. A Diretora de Vigilância em Saúde da Semus, Marta Malheiros, disse que não há necessidade de ir às unidades de saúde caso a pessoa tenha apenas viajado para o exterior, mas não apresente sintomas.

Mais cedo, o Governo do Tocantins informou que está implantando um gabinete de crise para que sejam discutidas ações preventivas. Além da equipe do primeiro escalão do governo, foram convidados representantes do Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, Ministério Público Estadual, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Ministério do Trabalho, Defesa Civil, Exército. As primeiras medidas devem ser divulgadas nos próximos dias.

DEIXAR COMENTÁRIO

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui