Prefeitura de Araguaína vai monitorar ovos de tartarugas e recolher filhotes em berçário

0

Os animais serão mantidos fora dos rios até não terem mais o cheiro de recém-nascidos, que atrai predadores. Espécie está ameaçada de extinção.

A Prefeitura de Araguaína anunciou nesta segunda-feira (6) a criação de um projeto que quer salvar filhotes de tartarugas-da-amazônia. A ideia é que equipes da Secretaria do Meio Ambiente monitorem os ovos colocados às margens do rio Araguaia na região do povoado Garimpinho. Quando eles eclodirem, os filhotes serão resgatados e colocados num berçário para desenvolver resistência.

O educador ambiental do município, Edilmo Azevedo, explicou que o cheiro que os animais recém-nascidos possuem acaba atraindo predadores. “A tartaruga põe os ovos e vai embora. Quando os ovos eclodem, os predadores são atraídos pelo cheiro do umbigo dos filhotes. Por isso, eles serão recolhidos e ficarão no berçário até a cicatrização do umbigo e o desenvolvimento dos cascos”, disse ele.

O monitoramento começa em agosto, quando se inicia o período de reprodução das tartarugas. Em novembro de 2019 já foram identificas as áreas onde os ovos são deixados pelos animais adultos. Segundo a prefeitura, foram localizados ninhos em 17 ilhas fluviais no rio Araguaia e eles foram mapeados com GPS.

DEIXAR COMENTÁRIO

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui