Valderez quer reforço em campanhas sobre riscos de descargas elétricas no TO

0

A deputada estadual, Valderez Castelo Branco (Progressistas), apresentou requerimento ao Diretor-Presidente da Energisa no Tocantins, Sr. Márcio Mário Zidan, solicitando o reforço, por meio de campanhas educativas e de conscientização para a população tocantinense, sobre a utilização de eletrônicos em períodos de chuva, sobre o uso eficiente e seguro da energia elétrica e sobre os riscos de descargas elétricas nesta época do ano.

Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCTCI), o Brasil é campeão em raios no mundo. São cerca de 50 milhões por ano. A explicação vem da posição geográfica do país, situado em zona tropical, área central onde o clima é mais quente e, portanto mais favorável à formação de tempestades e de raios.

Caso em Araguaína

Em Araguaína, norte do Estado do Tocantins, uma criança de onze anos morreu após ter sido atingida por um raio. Um vizinho da vítima que usava o celular no momento também foi atingido pela mesma descarga elétrica, e encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento da cidade. Um homem de 37 anos também morreu após colchões pegarem fogo dentro de uma casa em Gurupi, sul do estado. A suspeita é que ele tenha morrido asfixiado enquanto dormia, logo após um curto circuito em um carregador de celular.

Valderez afirma o requerimento busca colaborar com a conscientização de cidadãos e cidadãs tocantinenses neste período de chuvas. “Todos os anos são registrados centenas de incidentes provocados por descargas elétricas e, muitas vezes, vítimas de raios acabam perdendo suas vidas. Nossa intenção é colaborar para evitar essas tragédias”, declarou.

Em seu site, a Centrais Elétricas Brasileiras S.A. (Eletrobras) divulgou uma série de informações e dicas sobre o uso seguro e eficiente da energia. São elas:

•      Utilizar protetores nas tomadas, principalmente se houver crianças em casa.

•      Nunca soltar pipa perto da rede elétrica.

•      Se a casa for desocupada por um longo período, desligar a chave-geral.

•      Ter cuidado com escadas, vergalhões e andaimes próximos da rede elétrica.

•      Não deixar fios desencapados.

•      Não utilizar eletrodomésticos com as mãos molhadas.

•      Desligar os aparelhos da tomada quando faltar energia.

•      Evitar o uso de eletrodomésticos durante tempestades.

•      Não fazer ligação clandestina.

•      Não subir em postes com redes elétricas. Se necessário, chamar a empresa de distribuição local.

•      Nunca fazer poda de árvores próximas à rede elétrica.

•      Manter distância dos fios de energia caídos na rua.

•      Instalar a antena de TV longe da rede elétrica.

•      Não soltar fogos de artifício perto das redes elétricas.

•      Não utilizar Benjamin, ou “T”, para ligar vários equipamentos em uma mesma tomada.

•      Não colocar fogo embaixo da rede elétrica.

•      Instalar uma malha de terra na residência para proteger os eletrodomésticos.

Outras dicas gerais dadas pelo órgão são:

•      Comprar equipamentos de tamanho e potência condizentes com a real necessidade.

•      Não deixar aparelhos ligados no stand-by. Eles continuam gastando energia.

•      Evite ligar vários aparelhos elétricos ao mesmo tempo, pois isso sobrecarrega a rede elétrica.

•      Observar o selo Procel. Aparelhos na categoria “A” consomem menos energia.

DEIXAR COMENTÁRIO

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui